Novo Range Rover reforça refinamento e aposta na eletrificação

Há mais de 50 anos empenhado em definir as normas do conforto e do requinte, o novo Range Rover foi apresentado pela marca como o “mais atraente de sempre”, tendo por base a nova arquitetura modular longitudinal da Land Rover, MLA-Flex. De acordo com a Land Rover, este novo modelo consegue conjugar técnicas avançadas de engenharia com novos níveis de desenvolvimento virtual num exigente programa de desenvolvimento que teve em linha de conta os pontos indicados pelos clientes como melhoráveis.

A flexibilidade proposta pela Land Rover permite também um interior com quatro, cinco ou sete lugares disponível em carroçarias SWB (chassis convencional) e LWB (chassis longo), pelo que o novo modelo adequar-se-á a diferentes necessidades.

Na quinta geração, o novo Range Rover retém a filosofia de design modernista da Land Rover, apresentando uma identidade moderna e refinada, com superfícies muito limpas, definindo-se pelas suas três linhas – linha de tejadilho baixa, linha de cintura robusta e linha inferior ascendente. Estas características distintas conjugam-se com a reconhecida projeção dianteira curta e uma nova traseira distinta em forma de barco, com uma tampa da bagageira de abertura bipartida. A tecnologia ao serviço do design é conjugada com os puxadores embutidos e com farolins traseiros ocultos até se acenderem, conferindo a impressão de o veículo ter sido maquinado a partir de um bloco maciço de alumínio. O trabalho aerodinâmico resultou num coeficiente de 0.30.

O interior foi concebido com base numa combinação de tecnologia e elegância de construção, combinando-se ainda com materiais requintados, e inovações em termos de bem-estar, não faltando opções sustentáveis. Os clientes podem optar entre uma gama completa de materiais e acabamentos, como os inovadores tecidos táteis Ultrafabrics, que marcam a continuidade da relação vanguardista da Land Rover com a Kvadrat, o fabricante de tecidos Premium mais importante da Europa. É combinado com Ultrafabrics para criar uma opção de materiais mais leve que gera apenas um quarto das emissões de CO2 do couro convencional.

Entre as soluções tecnológicas que visam melhorar a qualidade de vida a bordo está a tecnologia avançada de altifalantes do sistema de som Meridian de 1600 W (com altifalantes de 20 W nos quatro apoios de cabeça principais para proporcionar uma experiência mais imersiva), além de sistema de cancelamento ativo do ruído da estrada de terceira geração, o qual monitoriza as vibrações das rodas, o ruído dos pneus e os sons do motor que são transmitidos ao habitáculo e gera um sinal de cancelamento que é emitido pelos 35 altifalantes do sistema.

Adicionalmente, numa época em que os vírus e partículas ganharam destaque, a Land Rover aposta ainda no sistema Cabin Air Purification Pro, que integra a tecnologia Dual Nanoe X, que reduz os alérgenos e elimina os patógenos, num contributo importante para reduzir consideravelmente os odores desagradáveis e os vírus, ao passo que o sistema de filtro do ar do habitáculo PM2.5 e monitorização de CO2 melhoram a qualidade do ar.

Tecnologia reforçada

No capítulo tecnológico e de conectividade, a marca não poupou esforços, com a nova arquitetura elétrica de veículos (EVA 2.0) a ser o componente chave, incluindo atualizações de software sem fios (‘Software Over-The-Air’) para mais de 70 módulos eletrónicos, garantindo que o novo SUV estará sempre num processo contínuo de evolução, melhoria e atualização. Integra ainda a assistente Alexa da Amazon com comandos por voz natural, o que permite aos clientes controlar tudo: das funções de infoentretenimento preferidas à navegação e contactos do telefone ou até acender as luzes de casa e ligar-se a outros dispositivos compatíveis com Alexa.

O sistema Alexa funciona em conjunto com as funções sem fios Apple CarPlay e Android Auto. O carregamento de smartphones compatíveis com Qi evita que os telemóveis fiquem sem bateria em utilização durante a viagem.

Central à experiência, o sistema Pivi Pro da Land Rover surge aqui com o ecrã táctil de maior dimensão de sempre – o ecrã curvo e flutuante de 13.1 polegadas inclui a tecnologia mais recente para disponibilizar uma interface inspirada num smartphone, combinada com botões físicos práticos para controlar o sistema de ar condicionado automático. Esse sistema foi integrado com um novo ecrã interativo semiflutuante de 13.7 polegadas com gráficos de alta resolução num design de três painéis para a apresentação das informações de condução.

O ecrã central irá disponibilizar feedback tátil quando os utilizadores tocam e primem o ecrã, o que reduz a necessidade de desviar a atenção da estrada ao permitir que os utilizadores recebam confirmação sem necessidade de olhar para o ecrã, pelo que este sistema Pivi Pro é ainda mais intuitivo. 

Os passageiros traseiros podem desfrutar do Sistema Multimédia Traseiro (RSE), que inclui ecrãs táteis ajustáveis de 11.4 polegadas e alta definição integrados nas costas dos bancos dianteiros. Funcionam de forma independente e são compatíveis com a maioria dos dispositivos através da ficha HDMI. Em complemento, ao utilizar a função de ponto de acesso Wi-Fi, os passageiros traseiros poderão desfrutar do entretenimento para smart TV em todas as viagens. O controlo do RSE é um ecrã tátil de 8.0 polegadas incorporado no apoio de braço central dos bancos traseiros Executive Class e permite o controlo rápido e intuitivo para conseguir a posição ideal, maximizando a experiência de luxo nos bancos traseiros.

Os faróis LED digitais de alta definição permitem um alcance de até 500 metros, com design exclusivo e luzes diurnas ‘Signature’, piscas dinâmicos, iluminação adaptativa e tecnologia de projeção de imagens no arranque, tornando-o no sistema de faróis mais avançado de sempre incorporado num Land Rover. O sistema de Faróis Dianteiros Adaptativos é capaz de criar sombras em redor de até 16 utilizadores da estrada, presentes na trajetória do novo Range Rover, evitando o seu encandeamento e mantendo uma iluminação ideal para o condutor. A tecnologia Predictive Dynamic Bending Light utiliza a informação de navegação para ajustar continuamente o feixe de luz ao aproximar-se das curvas na estrada. Os novos faróis Manoeuvring auxiliam os condutores a completar manobras a baixa velocidade em ambientes pouco iluminados com total confiança ao emitir um feixe de luz em redor do perímetro do veículo graças aos dados do sistema de câmaras surround 3D para uma capacidade de manobra excelente. Os condutores poderão controlar o novo Range Rover do exterior do veículo graças à função Remote Park Assist, controlada a partir de uma aplicação no seu smartphone.

Todos os novos Range Rover incorporam de série direção às quatro rodas para proporcionar uma condução sem esforço com maior estabilidade a velocidade elevada e melhor capacidade de manobra a baixa velocidade, para que nenhum ambiente de condução seja impossível para este modelo, tanto em estrada aberta como nas ruas do centro da cidade. O eixo traseiro com acionamento elétrico proporciona um ângulo de direção de até 7 graus e, a baixa velocidade, vira na direção contrária à das rodas dianteiras, permitindo ao novo Range Rover disponibilizar um diâmetro de viragem inferior a 11 metros. A velocidade elevada, o eixo traseiro vira na mesma direção que as rodas dianteiras para maximizar a estabilidade e o conforto.

O sistema Intelligent Driveline Dynamics da Land Rover controla a tração integral inteligente All-Wheel Drive (iAWD), que monitoriza os níveis de aderência e as solicitações do condutor 100 vezes por segundo para distribuir o binário entre os eixos dianteiro e traseiro, e no eixo traseiro, de forma preditiva e disponibilizar a tração ideal em estrada e fora de estrada. Em complemento, todos os Range Rover incorporam Bloqueio de Diferencial Traseiro Ativo, o qual otimiza a tração do eixo traseiro em curvas a velocidade elevada, em pisos de aderência reduzida e na articulação de rodas em condições fora de estrada, para proporcionar capacidades maximizadas e maior confiança ao condutor.

Estas tecnologias foram incluídas no sistema Terrain Response 2 da Land Rover, que incorpora diversas configurações de chassis para disponibilizar automaticamente as condições ideais para cada ambiente e minimizar a carga de trabalho do condutor em qualquer situação graças aos seis modos de condução. Em complemento, o condutor pode selecionar manualmente o modo mais apropriado ou utilizar Configurable Terrain Response para criar uma configuração de chassis personalizada.

Cada vez mais eletrificado

No lançamento, o novo Range Rover terá uma gama de motores mais eficiente do que nunca, com soluções a gasolina, Diesel, Mild Hybrid, Plug-in e, prevista para 2024, uma versão totalmente elétrica. As duas variantes PHEV (disponíveis no início de 2022) contam com maior autonomia elétrica (até 100 quilómetros, dependendo da versão e do equipamento) e disponibilizam emissões de CO2 inferiores a 30 g/km. A marca acredita que aquela autonomia será suficiente para que os clientes Range Rover típicos realizem 75% das suas viagens exclusivamente com o motor elétrico.

No caso dos PHEV, estarão disponíveis os P440e e P510e, combinando o motor a gasolina Ingenium de seis cilindros em linha com um motor elétrico de 150 kW integrado no sistema de transmissão, a que se junta ainda uma bateria de iões de lítio de 38.2 kWh de capacidade (31.8 kWh utilizáveis). A autonomia elétrica será de até 100 quilómetros, com o novo P510e a acelerar de zero a 100 km/h em 5,6 segundos. Os modelos PHEV podem funcionar em modo elétrico até aos 140 km/h. As emissões globais de CO2 são inferiores a 30 g/km. O alojamento inteligente da bateria, incorporada sob o veículo e entre ambos os eixos, mantém o espaço para bagagem e a capacidade todo-o-terreno.

Em complemento, graças aos dados de navegação avançados eHorizon, o sistema híbrido pode otimizar o consumo de energia em cada trajeto.

A gama é composta ainda por novos motores Mild Hybrid (MHEV) Ingenium Diesel D350, com sistema elétrico de 48 V, que recupera a energia normalmente desperdiçada na desaceleração e travagem para melhorar o consumo de combustível. O sistema integrado de motor de arranque/gerador acionado por correia (BiSG Belt Integrated Starter Generator) proporciona um funcionamento melhorado do sistema Stop-Start e oferece assistência adicional ao motor sob aceleração.

O novo e potente topo de gama a gasolina, o motor V8 biturbo P530, disponibiliza maior performance e requinte e é 17% mais eficiente que o motor Range Rover V8 anterior.

Versões e preço

Este novo SUV de luxo encontra-se disponível nos modelos SE, HSE e Autobiography. O modelo First Edition estará disponível durante o primeiro ano de produção, baseado no Autobiography e com especificações exclusivas. Estará disponível exclusivamente com um acabamento Sunset Gold Satin e com cinco opções de cor exterior. As carroçarias SWB e LWB estarão disponíveis com cinco lugares, enquanto o novo Range Rover LWB estará disponível com uma terceira fila de bancos para disponibilizar conforto para até a sete adultos.

Por outro lado, é o primeiro Land Rover a incorporar o sistema Dynamic Response Pro, tecnologia de controlo de rolamento ativo eletrónico assente em sistema elétrico de 48 V que disponibiliza um binário de até 1400 Nm nas barras estabilizadoras para controlar os movimentos da carroçaria. Presente está também a suspensão pneumática independente às quatro rodas. Conjuga as molas pneumáticas com amortecedores de válvula dupla, ambos controlados pelo software de Controlo Dinâmico Adaptativo, desenvolvido internamente. 

Por fim, o novo Range Rover SV é uma interpretação requintada do luxo e personalização Range Rover, produzido pelo departamento Special Vehicle Operations. O modelo SV encontra-se disponível nas carroçarias SWB e LWB, e com características exclusivas nas quais se incluem os temas de design SV Serenity e SV Intrepid, além de uma configuração de quatro lugares SV Signature Suite.

Este modelo é produzido manualmente e será o primeiro veículo a incorporar o novo motivo cerâmico da circunferência SV e a estratégia de simplificação do nome, denominada simplesmente SV. O Range Rover SV estará disponível com o novo motor V8 Biturbo P530, mas também com o motor híbrido Plug-in de maior autonomia P510e (nos modelos SWB) e com o eficiente motor Diesel Ingenium de seis cilindros em linha D350.

O novo Range Rover já se encontra disponível com um preço a partir dos 166.368€ para a versão 3.0 D de 350 CV AWD Auto MHEV em equipamento SE.

29 de outubro de 2021

Fonte: motor24.pt
Mais artigos