Mercedes-AMG EQS 53 4MATIC promete prestações de luxo com preço condizente

Posicionado no segmento de luxo, o EQS apresenta-se como o embaixador de uma nova geração de viaturas 100% elétricas para a marca alemã, com uma forte componente tecnológica associada, juntando-se agora uma variante desportiva afinada pela divisão AMG, com o resultado a ser esta versão EQS 53 4MATIC+ em que o desempenho encontra o luxo progressivo.

Redesenhado e trabalhado especificamente em Affalterbach, o novo EQS 53 4MATIC+ recorre a uma configuração de dois motores elétricos para tração integral, dispondo de equipamentos de série com o eixo traseiro direcional ou amortecimento adaptativo pneumático AMG Ride Control+. De série e também alinhada com o conceito desportivo AMG, o sistema de tração integral 4MATIC+ é também variável consoante o modo de condução escolhido. A tecnologia de bordo Hyperscreen com três ecrãs no tablier e a iluminação adaptativa Digital Light são igualmente de série.

A marca garante ter, também, trabalhado a vertente sonora com altifalantes especiais para dar aos ocupantes uma aura específica desportiva. O sistema AMG Sound Experience tem dois estilos: ‘Authentic’ e ‘Performance’, fazendo-se ouvir também no exterior do veículo, consoante o modo escolhido a partir de um botão no volante AMG Performance: neste caso há três tipologias mais distintas, entre o ‘Balanced’, ‘Sport’ e ‘Powerful’.

A potência máxima deste AMG 53 4MATIC+ pode chegar aos 560 kW (750 CV) e aos 1020 Nm com o pacote opcional AMG Dynamic Plus, numa subida significativa face aos 484 kW (649 CV) e 950 Nm de base. A aceleração dos zero aos 100 km/h cumpre-se em apenas 3,4 segundos com esse pacote opcional, face aos 3,8 segundos de base. Esse conjunto de elementos inclui ainda sistemas como o ‘Race Start’ para arranque controlado e um incremento da velocidade máxima de 220 km/h para os 250 km/h. A autonomia deste modelo varia entre os 529 e os 586 quilómetros, consoante os equipamentos selecionados.

Há ainda sistema de travagem AMG em cerâmica para o eixo dianteiro, melhorando substancialmente a capacidade de travagem, incrementando igualmente a resistência à fadiga. Em comparação com os travões de base, caracterizam-se pelo menor peso (logo, maior agilidade), tendo uma dimensão de 440×40 mm de diâmetro.

Outros elementos opcionais são o AMG Track Pace, um sistema de telemetria integrado no sistema MBUX e pensado para utilização em pista, e o AMG Night Package, com diversos elementos estéticos em cromado ou preto.

17 de dezembro de 2021

Fonte: motor24.pt
Mais artigos