Auto Gouveia

Táxi autónomo. Bosch, Daimler, San José. San José poderá ser cidade piloto no serviço de táxi autónomo

Imagem1
Área de testes será o corredor San Carlos / Stevens Creek entre o centro da cidade e oeste de San José. App do serviço de transporte online oferecerá uma experiência de condução em táxi autónomo para uma comunidade de utilizadores.

Localizada na costa sul da Baía de São Francisco, no Silicon Valley, e com mais de um milhão de habitantes, San José é a terceira maior cidade da Califórnia. Esta deverá ser a cidade piloto para os testes, a partir do segundo semestre de 2019, do serviço de táxi autónomo (SAE Nível 4/5) anunciado recentemente pela Bosch e pela Daimler.

As três partes assinaram um memorando de entendimento para prosseguir e finalizar esta atividade. Utilizando veículos autónomos Mercedes-Benz Classe S, a Bosch e a Daimler propõem oferecer o serviço a uma comunidade de utilizadores selecionada no corredor San Carlos / Stevens Creek, entre o centro e o oeste de San José.

Com o crescimento de 40% da população esperado para as próximas duas décadas, a região metropolitana enfrenta desafios crescentes de transporte. Além disso, San José quer estar preparada para um futuro no qual os carros autónomos vão para as ruas.

Declarações de Sam Liccardo, presidente da câmara de San José
 
“O projeto piloto é uma oportunidade para explorar a forma como os veículos autónomos nos podem ajudar a responder melhor às futuras necessidades de transporte”, diz Sam Liccardo, presidente da câmara de San José.

Declarações de Dr. Michael Hafner, vice-presidente de tecnologias de acionamento e direção autónoma da Daimler AG
 
“Estamos a impulsionar a condução autónoma há muitos anos. Com este piloto, iremos gerar informações valiosas para conectar veículos totalmente autónomos da melhor maneira possível aos utilizadores de futuros serviços de mobilidade”, afirma o Dr. Michael Hafner, vice-presidente de tecnologias de acionamento e direção autónoma da Daimler AG.
 
Declarações de Dr. Stephan Hönle, vice-presidente sénior da unidade de negócios Automated Driving da Robert Bosch GmbH
 
“Temos de repensar o transporte urbano. A condução autónoma irá ajudar-nos a completar a imagem do tráfego urbano futuro”, afirma o Dr. Stephan Hönle, vice-presidente sénior da unidade de negócios Automated Driving da Robert Bosch GmbH.
 
A app deste serviço de transporte, operada pela Daimler Mobility Services, demonstrará de que forma os serviços de mobilidade como a partilha de carros (car2go), táxis (mytaxi) e plataformas multimodais (moovel) podem ser conectados de forma inteligente.

Os testes irão fornecer informações sobre como os veículos altamente ou completamente autónomos podem ser integrados numa rede de transporte multimodal. A intenção é fornecer uma experiência digital ininterrupta. Na qual uma comunidade de utilizadores terá a oportunidade de chamar um táxi autónomo, monitorizado por um condutor de segurança, que irá conduzir automaticamente até o seu destino.
 
Veículos autónomos tornam a mobilidade urbana mais atrativa
 
Com o trabalho conjunto de desenvolvimento da condução altamente automatizada (SAE nível 4/5) em ambientes urbanos, a Bosch e a Daimler pretendem melhorar o fluxo de tráfego nas cidades. Bem como, aumentar a segurança rodoviária e fornecer um alicerce importante para o tráfego do futuro. Entre outras coisas, a tecnologia impulsionará a atractividade da partilha de carros, sem comprometer a segurança da condução. Facto permitirá que as pessoas aproveitem ao máximo o tempo que passam nos seus veículos, abrindo ainda novas oportunidades de mobilidade para pessoas sem carta de condução.
 
Colaboradores da Bosch e da Daimler partilham o mesmo espaço de trabalho
 
Os colaboradores da Bosch e da Daimler envolvidos neste projeto de desenvolvimento estão a trabalhar no mesmo escritório. Encontram-se na área da grande Estugarda, na Alemanha, e nos Estados Unidos, perto de Sunnyvale, em Silicon Valley, entre San José e San Francisco.
 
Desta forma, está garantida a comunicação ágil entre as diferentes áreas, e as decisões são tomadas rapidamente. Ao mesmo tempo, podem beneficiar da combinação do know-how uns dos outros.
 
Desenvolvimento de conceitos e algoritmos
 
As duas empresas estão a desenvolver em conjunto os conceitos e algoritmos para o sistema de condução altamente ou completamente autónoma.
 
Cabe à Daimler levar o sistema de direção para dentro do carro. A empresa está a fornecer os veículos de desenvolvimento necessários, as instalações de testes e os veículos para a frota de teste. Por sua vez, a Bosch é responsável pelos componentes especificados durante o trabalho de desenvolvimento, como sensores, atuadores e unidades de controle.

Para fins de teste, a Bosch e a Daimler usam os seus laboratórios e plataformas de teste, além de seus respetivos locais de teste na Alemanha.
 
Desde a obtenção da sua Autorização de Testes de Veículos Autónomos do Departamento de Veículos Automóveis da Califórnia em 2014, a Mercedes-Benz tem vindo a testar veículos autónomos na região de Sunnyvale, Califórnia. E desde 2016, teve uma aprovação semelhante para a área da grande Estugarda, na Alemanha.
 
No início de 2013, a Bosch foi o primeiro fornecedor automóvel no mundo a testar a condução autónoma (SAE nível 3) em vias públicas na Alemanha e nos Estados Unidos.

Fonte:
Notícias Online
13-11-2018
Auto Gouveia por Messenger

Filtros de Pesquisa

Owl Image
Owl Image


INÍCIO | QUEM SOMOS | STOCK | FINANCIAMENTO | AG SEGUROS | AG GARANTIA | VENDA O SEU CARRO | CONTACTOS | ÁLBUM | NOTÍCIAS